domingo, 18 de maio de 2014

Você sabe qual o teu chamado?

       Deus tem falado muito comigo sobre a importância de saber o nosso papel no corpo de Cristo. Muitas pessoas pedem conselhos e oração para saber a direção, saber qual o seu ministério.

Esta palavra ministrei ontem no culto de Jovens e espero que seja edificante na tua vida como foi na minha!


 
Foto do culto de ontem
 
Senhor, tu me sondas e me conheces.
Sabes quando me sento e quando me levanto; de longe percebes os meus pensamentos.
Sabes muito bem quando trabalho e quando descanso; todos os meus caminhos te são bem conhecidos.
Antes mesmo que a palavra me chegue à língua, tu já a conheces inteiramente, Senhor.
Tu me cercas, por trás e pela frente, e pões a tua mão sobre mim.
Tal conhecimento é maravilhoso demais e está além do meu alcance, é tão elevado que não o posso atingir.
Para onde poderia eu escapar do teu Espírito? Para onde poderia fugir da tua presença?
Se eu subir aos céus, lá estás; se eu fizer a minha cama na sepultura, também lá estás.
Se eu subir com as asas da alvorada e morar na extremidade do mar,
mesmo ali a tua mão direita me guiará e me susterá.
Mesmo que eu dissesse que as trevas me encobrirão, e que a luz se tornará noite ao meu redor,
verei que nem as trevas são escuras para ti. A noite brilhará como o dia, pois para ti as trevas são luz.
Tu criaste o íntimo do meu ser e me teceste no ventre de minha mãe.
Eu te louvo porque me fizeste de modo especial e admirável. Tuas obras são maravilhosas! Disso tenho plena certeza.
Meus ossos não estavam escondidos de ti quando em secreto fui formado e entretecido como nas profundezas da terra.
Os teus olhos viram o meu embrião; todos os dias determinados para mim foram escritos no teu livro antes de qualquer deles existir.
Como são preciosos para mim os teus pensamentos, ó Deus! Como é grande a soma deles!
Se eu os contasse seriam mais do que os grãos de areia. Se terminasse de contá-los, eu ainda estaria contigo.
Salmo 139.1-18
 
 
      Foi o Senhor quem nos planejou e nos conhece nos mínimos detalhes. Conhece nossos medos, ansiedades, pensamentos, sabe quando estamos tristes e alegres.
 
 
 
Assim como cada um de nós tem um corpo com muitos membros e esses membros não exercem todos a mesma função,
assim também em Cristo nós, que somos muitos, formamos um corpo, e cada membro está ligado a todos os outros.
Temos diferentes dons, de acordo com a graça que nos foi dada. Se alguém tem o dom de profetizar, use-o na proporção da sua fé.
Se o seu dom é servir, sirva; se é ensinar, ensine;
Romanos 12. 4-7
 
 
      Exatamente como o corpo natural, Deus, de modo soberano, deu ao corpo de Cristo uma diversidade especial.  Cada um com o seu dom formamos o corpo de Cristo.
 
 
 
Mas, como saber se estou no ministério certo?
 
1º Orar e Jejuar
Devemos orar e jejuar buscando a direção e capacitação de Deus para o ministério que Ele escolheu para nós.
 
2º Desejo de realizar
A pessoa quando tem um chamado para um ministério ela tem vontade de fazer, o ministério não é um fardo e sim algo que ti dê prazer.
Porém não basta ter vontade, ministério exige dedicação, ensaios, estudo, renúncia....
Não pode ser por impulso, não posso ter vontade de participar de algum ministério por exemplo, só porque meus amigos estão e ficar um "peixe fora d'água". Não é porque meus amigos estão no teatro que eu tenho o mesmo dom.
E  principalmente, deve visar a glória de Deus e não interesses pessoais. Estar no ministério é o mesmo que escolher a profissão errada, se você não pode ver sangue ou pessoas doentes, como vai poder ser médico? Busque o Senhor tem para ti!
 
3º Conheça seus talentos naturais
Você já parou para pensar nos talentos naturais que você tem? Experimentar fazer uma lista e faça essas duas perguntas: Quais são os meus talentos naturais? Como posso utilizá-los na obra  de Deus? Você vai se surpreender de quantos talentos você tem!
 
4º Tentar sem medo de errar
Muitas vezes deixamos de fazer a obra do Senhor porque temos medo de errar. O medo paralisa, e acabamos adiando o chamado de Deus. Não tenha medo, com os erros aprendemos muitas coisas, saia da zona de conforto e faça!
 
 


Ora, assim como o corpo é uma unidade, embora tenha muitos membros, e todos os membros, mesmo sendo muitos, formam um só corpo, assim também com respeito a Cristo.
Pois em um só corpo todos nós fomos batizados em um único Espírito: quer judeus, quer gregos, quer escravos, quer livres. E a todos nós foi dado beber de um único Espírito.
O corpo não é composto de um só membro, mas de muitos.
Se o pé disser: "Porque não sou mão, não pertenço ao corpo", nem por isso deixa de fazer parte do corpo.
E se o ouvido disser: "Porque não sou olho, não pertenço ao corpo", nem por isso deixa de fazer parte do corpo.
Se todo o corpo fosse olho, onde estaria a audição? Se todo o corpo fosse ouvido, onde estaria o olfato?
De fato, Deus dispôs cada um dos membros no corpo, segundo a sua vontade.
Se todos fossem um só membro, onde estaria o corpo?
Assim, há muitos membros, mas um só corpo.
O olho não pode dizer à mão: "Não preciso de você! " Nem a cabeça pode dizer aos pés: "Não preciso de vocês! "
Pelo contrário, os membros do corpo que parecem mais fracos são indispensáveis,
e os membros que pensamos serem menos honrosos, tratamos com especial honra. E os membros que em nós são indecorosos são tratados com decoro especial,
enquanto os que em nós são decorosos não precisam ser tratados de maneira especial. Mas Deus estruturou o corpo dando maior honra aos membros que dela tinham falta,
a fim de que não haja divisão no corpo, mas, sim, que todos os membros tenham igual cuidado uns pelos outros.
Quando um membro sofre, todos os outros sofrem com ele; quando um membro é honrado, todos os outros se alegram com ele.
Ora, vocês são o corpo de Cristo, e cada um de vocês, individualmente, é membro desse corpo.
Assim, na igreja, Deus estabeleceu primeiramente apóstolos; em segundo lugar, profetas; em terceiro lugar, mestres; depois os que realizam milagres, os que têm dom de curar, os que têm dom de prestar ajuda, os que têm dons de administração e os que falam diversas línguas.
São todos apóstolos? São todos profetas? São todos mestres? Têm todos o dom de realizar milagres?
Têm todos dons de curar? Falam todos em línguas? Todos interpretam?
Entretanto, busquem com dedicação os melhores dons. Passo agora a mostrar-lhes um caminho ainda mais excelente.

I Coríntios 12.12-31
 
Não despreze seus dons desejando ter os dons do irmão. Não menospreze os dons do irmão, todos somos importantes, e a unidade no corpo é essencial. Já penso se todos fossem do ministério de louvor, quem iria pregar? 
Por meio da ilustração do corpo Paulo mostrou que a unidade é uma necessidade indispensável, porém a diversidade concedida de maneira divina no interior dessa unidade.
 Faça com excelência o teu ministério, se o teu ministério for cozinhar, faça o melhor! Se for de evangelizar dedique-se! Tudo é para o Senhor.
Busque os melhores dons, o melhor dom é aquele que o Senhor tem para você!
 
 
Portanto, meus amados irmãos, mantenham-se firmes, e que nada os abale. Sejam sempre dedicados à obra do Senhor, pois vocês sabem que, no Senhor, o trabalho de vocês não será inútil.
I Coríntios 15.58
 
 
 
Qual é o teu papel no Corpo de Cristo?
 
Ore, busque, não tenha medo! O Senhor tem o melhor dom para você!
 
 
Deus abençoe
Ângela



2 comentários:

  1. Com certeza e uma das coisas mais importantes da nossa vida descobrir o nosso chamado!! absolutafashionista.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Verdade Poliana, amei teu blog!!! Deus te abençoe!

    ResponderExcluir

© Projeto Templo Saudável - 2013. Todos os direitos reservados.
Design by: Colorize Desin.
Tecnologia do Blogger
imagem-logo